Wagner se irrita ao ser cobrado pelos novos senadores sobre o voto aberto:"Não vou revelar meu voto"

Redação - 03/02/2019 - 12:34


Pressionado para declarar o seu voto na segunda tentativa de uma eleição para a mesa diretora do Senado, o ex-governador Jaques Wagner (PT) bradou para os colegas de Casa que não iria revelar em quem votou neste sábado (02/01). Além do petista, os senadores Angelo Coronel (PSD) e Otto Alencar (PSD) também não abriram seus votos.

Um dos primeiros a votar na nova rodada, o senador baiano se sentiu incomodado diante da pressão dos colegas Major Olímpio (PSL) e Jorge Kajuru (PSB) para que todos mostrassem as cédulas.  “Quem não revelar o voto vai ficar desmoralizado com a população brasileira”, bradou o jornalista Kajuru que levantou a ira de Wagner.

“Não vou mostrar meu voto. Fui duas vezes governador da Bahia, tive quatro milhões e 300 mil votos para  chegar nessa Casa e não aceito ameaça de ninguém”, disse Wagner. "Isso tá virando boca de urna e pressão nos eleitores para que as pessoas votem. É um absurdo que essa Casa se comporte dessa forma. Quem quiser que mostre o seu, mas não me ameace. A Bahia me conhece”, completou o senador baiano. Confira o registro do momento: 

O que foi observados na eleição da nova mesa diretora do senado, que estes velhos conhecidos por suas manobras e as velhas e ultrapassadas das “maracutaias” não esperavam o que iria acontecer nesta nova legislatura. Tentaram empurrar o Renan Calheiros a qualquer custo, mas não deu certo.

Os novos senadores que são maioria nos senado tomaram conta da casa. Elegeram um nome novo e exigiram transparencia no legislativo, a começar pelo voto aberto. Muitos desses considerados caciques da politica, ou  vão apreender ser honestos e transparente, ou vão ter que deixar os cargos.

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98160-3777
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



ESSE WAGNER É UM EMBECIL PUXA SACO DO PT
ITABELA