Tensão toma conta de área invadida por indígenas e não índios em Corumbau e polícia é acionada.

Giro de Noticias - 08/05/2022 - 18:43


O clima de tensão tomou conta no final do mês de abril numa área particular de um loteamento denominado, Santa Maria, no povoado de Corumbau município do Prado. A loteamento começou a ser ocupado e já conta com aproximadamente 65 pessoas indígenas e não indígenas no local.

De acordo com um morador da localidade, a intenção do grupo é ocupar boa parte da região, que fica próximo a uma Aldeia Indígena.

A área em questão pertenceu ao senhor, Orlando Piranha, que morreu em 2021 e antes de morrer criou o loteamento Santa Maria, onde mais de 300 terrenos foram vendidos legalmente para empresários na Bahia e em outros estados brasileiros e até fora do pais. Os danos legalizou os terrenos juntos aos órgãos competentes com pagamento rigorosamente de IPTU.

De acordo com informações, nesta área citada, existem duas pousadas, a Mata Atlântica e Pousada Xauã. Uma das casas do senhor João, dono da pousada Mata Atlântica, foi invadida pelo grupo.

Ainda segundo informações, a ocupação indevida está causando medo e revolta aos donos dos terrenos e aos moradores e donos de comercio na localidade, que devido esta ação de invasão fez com que, muitos turistas que frequentam a região desistissem de vir para a localidade.

Esta notícia tem causado prejuízos aos donos de pousadas e aos comerciantes da localidade, além do prejuízo que podem causar para o desenvolvimentos da localidade, aonde mais de 300 empresários que querem investir na localidade, desde residências de veraneei há empreendimento comercial e que devido asta  ação de ocupação podem deixar de Investir na localidade.

A reportagem do Site Giro e Notícias, foi ao local neste sábado, 07/05, aonde houve uma reunião com os donos dos terrenos, que criaram uma pauta de ações sobre a ocupação indevida na área por um grupo que tem como chefe um indivíduo identificado por, Antoniel Bonfim de Brito. Entre as ações ficou acertada, a criação de uma associação do bairro Santa Maria e ações judiciais contra os invasores. 

Ainda com informação obtidas, pelo menos dois boletins de ocorrência já fora registrado na delegacia de polícia civil do Prado. Os donos dos terrenos reclama que a única via de acesso ao loteamento foi interditada pelos invasores.

A reportagem do giro de notícias, não consegui manter contato com os ocupantes da areia e deixa espaço aberto para que, se querem esclarecer sobre a invasão possam entrar em contato com a redação

WhatsApp Giro de Notícias (73) 98118-9627
Adicione nosso número, envie-nos a sua sugestão, fotos ou vídeos.


Compartilhe:

COMENTÁRIOS

Nome:

Texto:

Máximo de caracteres permitidos 500/



Reportagem mal escrita e mentirosa. Essa estratégia de jogar a comunidade contra os indígenas só funciona para os desonestos. Como é de conhecimento de qualquer advogado, a lei Federal se sobrepõe à lei municipal ou estadual. E a verdade é que todo Corumbau é terra indígena, pela Lei do Governo Federal. Os indígenas são muito bacanas de não quererem casas , nem pousadas e nem casas comerciais. Penso que eles entendem o fato de que fomos enganados pelos especuladores imobiliários. Quem é invasor?
Morador de Corumbau

O que me chama atenção é essa situação acontecer justamente em ano de eleições. Já fazem 30 anos que os terrenos estão lá e só agora decidiram invadir/ocupar. Terrenos que tem IPTU arrecadados pela prefeitura do Prado, são legais e mesmo que não possuem nenhuma construção ou demarcação são propriedades particulares!! O desenvolvimento sustentável deve ser prioridade nesta área e isso só acontecerá com a comunidade unida (moradores, povo indígena e visitantes )
A favor do que é de direito

Primeiramente, Corumbau todo é uma área indígena. Eles estão lá por direito deles, são os próprios donos dessa Terra. Muitos indígenas que estão lá tem lembranças da sua infância na mesma área. Ali também está junto ao território de Barra Velha que é uma área indígena. Quem tem que sair são esses colonizadores que massacraram os indígenas roubando o direito deles. Demarcação já!!! Nenhum sangue indígena será mais derramado !!! Justiça urgente!!!
Bruna

Que vergonha desse canal de noticias mentiroso! Mentindo contra um movimento legítimo, dos povos originários indígenas que estão protegendo nossas matas dos desmatamentos por latifundiários. Eles nao querem casa de ninguem! Só proteger as matas de um território indigena, direito deles!
Morador de Corumbau

Vandalos e Ladrões são quem vem a 500 anos tomando as terras dos indígenas. Esses donos de grandes propriedades são grileiros e oportunistas, esta terra foi tomada por oportunista ilegalmente. Tanto é verdade o que estou falando que até agora na justiça os Indígenas estão ganhando e tem o aval para ficarem na terra. Reportagem totalmente tendênciosa, como sempre a mídia comprada pelos grandes fazendeiros criminosos. Devolvam o que é de direito dos povos originários! Awery Tupã!
Morador

Vandalos e Ladrões são quem vem a 500 anos tomando as terras dos indígenas. Esses donos de grandes propriedades são grileiros e oportunistas, esta terra foi tomada por oportunista ilegalmente. Tanto é verdade o que estou falando que até agora na justiça os Indígenas estão ganhando e tem o aval para ficarem na terra. Reportagem totalmente tendênciosa, como sempre a mídia comprada pelos grandes fazendeiros criminosos. Devolvam o que é de direito dos povos originários! Awery Tupã!
Morador de Corumbau

REPORTAGEM TENDENCIOSA...PROVAVELMENTE PUBLICADA POR ALGUÉM QUE TEM TERRENO NA ÁREA.
MORADOR DE CORUMBAU

O q falta é a polícia ir aí e piar o pau no rim desses cambada. Q aí eles vão pra o lugar deles.foi assim com as fazendas da região. E o prejuízo ninguém pagou.tem muitos proprietários quebrados.e muitos índios de Hylux e touro.e muito dono de propriedade ficou sem um bezerro.isso é revoltante


Tem um grupo de pessoas que moram em são Paulo e uma mulher que foi companheira do Antoniel que estão por traz desta ocupação, a policia tem que chegar a este grupo que tem muita coisa a ser esclarecida
Morador do Prado